PitubaR2 na sua TV

Logo mais o programa Rumos da Música traz à tela da TV Cultura, à sua e à minha, o som de Mateus Rodamilans Bastos, quer dizer, PitubaR2. O baiano de Salvador participou de gravações experimentais em estúdios universitários, foi DJ em festas de quarentões, trabalhou como editor para a extinta rádio digital Acauã FM e a partir daí começou a produzir música. Entre os trabalhos de PitubaR2 você ouve um remix da música Banda Larga, de Gilberto Gil, disponível para download no site do compositor. Mais você já ouve. Quando mesmo? Logo mais. Às 23h40, depois do Roda Viva.

O som do Rubi

Nesta segunda-feira o programa Rumos da Música recebe a voz e as composições de Rubi, cantor dono de um timbre peculiar, e de uma presença de palco incomum. Rubi se formou em artes cênicas, e na década de 1980 deu início a uma carreira de ator em Brasília, que aos poucos foi cedendo ao canto, com a mudança para São Paulo em 1992. Até aqui lançou três discos: Rubi (1998), Infinito Portátil (2005) e Paisagem Humana (2007), dos quais você escuta mais no Myspace do cantor. O programa de hoje vai ao ar às 23h40, depois do Roda Viva. Confira a programação completa do Rumos da Música, e não perca.

Logo mais, Ana Fridman

Nesta segunda o Rumos da Música recebe a pianista, compositora e bailarina Ana Fridman, que leva à tela da sua TV, musical leitor, as composições do disco O Tempo, a Distância e a Contradança (2004). Músicas marcadas por ritmos brasileiros e latinos, além de elementos de música celta, que você pode conferir no MySpace da artista. É hoje e é logo mais, e é como sempre: na TV Cultura às 23h40, depois do Roda Viva.

Toda segunda é diferente

Sim, ritmado leitor, musical leitora, porque toda segunda tem Rumos da Música na TV Cultura, mas é sempre diferente: desta vez é a vez de Idson Ricart apresentar seu som, direto do Ceará, direto de Quixadá — embolada, rap e canção, direto do Brasil. O primeiro disco veio em 2001: Todo Mundo Vai Ouvir, profetiza o título da bolacha, confeccionada com auxílio do programador de intervenções eletrônicas, tecladista e arranjador Mário Tadeu. Então ouça. No Myspace do cantor, pra logo mais ver-ouvir. Às 23h40, após o Roda Viva.

E logo mais, na sua vitrola:

Pop eletrônico, afro-samba, rock, hiphop, bossa nova, tropicália, experimentalismo. Ou samba, rap, funk, drum’n’bass, jazz, choro, tango, maracatu. É só sintonizar na TV Cultura, sincrético leitor-ouvinte, e acompanhar o show do Coletivo Universal no Rumos da Música. Idealizado em 2002 pelo jornalista, compositor, DJ e produtor Wagner Merije, o Coletivo Universal é um projeto que convida amigos e parceiros de diversas linguagens e mídias para celebrar o Brasil por meio da música. O primeiro disco autoral veio à luz em 2004,  e além dele a participação em diversas coletâneas internacionais. Groove brasileiro tipo exportação. Hoje. Às 23h40. Logo após o Roda Viva.

Mestre Luiz Paixão no Rumos da Música

O som do mestre da rabeca Luiz Paixão esquenta o início da semana no programa Rumos da Música. Pernambucano de Aliança, Luiz Alves Ferreira vê seu trabalho começar a circular fora de seu estado a partir dos anos 90. Quarenta anos de coco de roda, ciranda, forró e cavalo-marinho, hoje registrados no disco Pimenta com Pitu, lançado no Brasil e na Europa. Som que você confere no Myspace do Mestre e escuta logo mais na TV Cultura, às 23h40, após o Roda Viva. Aumente o som e não erre de canal.

Gilberto Assis e o Rumos na TV

Difícil resumir o currículo de Gilberto Assis, compositor, professor e produtor musical, selecionado do Rumos Música em 2007 com duas composições em homenagem ao suíço-baiano Walter Smetak (“Óleo e água sobre tela de Smetak” e “Conversando com Smetak”), mesmo ano em que realizou a trilha do espetáculo Degelo, selecionado pelo Rumos Dança. E tantas trilhas, como Khaos, para o Balé da Cidade de São Paulo, ou Santagustin, para o Grupo Corpo de Dança, que assina com Tom Zé. Com que trabalhou ainda como diretor musical e arranjador em Jogos de Armar, disco de que fazem parte “Desafio” e “Passagem de som“, composições suas em parceria com Tom Zé. Confira o Myspace, que só dá pra resumir o seguinte: hoje à noite Gilberto Assis estará na sua tv. Encerrando a programação de maio do Rumos da Música, na TV Cultura. Às 23h40, logo após o Roda Viva. É só ligar o aparelho e se ligar.

E por falar em música:

Hoje tem, auditívo leitor, Rumos da Música na TV Cultura. É como sempre: às 23h40, logo após o Roda Viva. E é com novidade, como sempre: Porcas Borboletas, o sexteto de Uberlândia selecionado do Rumos Música 2007-2009. Onze anos de estrada, um disco gravado (Um Carinho com os Dentes, de 2006) e composições assim como o nome da banda: intrigantes, divertidas, psicodélicas. Logo mais ligue a tevê, sintonize, confira, volte aqui e me diga se não tenho razão.

Rumos da Música na TV

Logo mais tem Rumos da Música na TV Cultura. Logo mais quer dizer depois do Roda Viva, às 23h40, e Rumos da Música hoje quer dizer Izabel Padovani Trio, grupo capitaneado pela cantora paulista Izabel Padovani na companhia do pianista e arranjador Marcelo Onofri e do baixista Ronaldo Saggiorato. Além do repertório do primeiro disco lançado em 2006 (Desassossego), o grupo apresenta releituras de artistas da MPB como Paulinho da Viola, Chico Buarque e Luis Felipe Gama, em versões que você confere já já.

E no fim do começo da semana tem:

O quinteto catarinense Cravo-da-Terra no programa Rumos da Música, na TV Cultura. Você já sabe que toda segunda-feira, às 23h40, logo após o programa Roda Viva, tem a apresentação de um selecionado do Rumos Música. Pois fique sabendo também, perspicaz leitor, que a bola da vez está com o Cravo-da-Terra, grupo que pesquisa ritmos tradicionais do sul, sudeste e nordeste do Brasil, numa mistura fina cujo resultado está não só nas composições do quinteto, também nas versões para clássicos da MPB que integram seu repertório. O grupo surgiu em 2000 e de lá pra cá gravou dois discos: Cravo-da-Terra (2005) e Infinito Som (2008), disco que mistura coco, maracatu, baião, moda de viola e chorinho, e de onde são as músicas que você confere na apresentação feita no Instituto Itaú Cultural em 2008 e inédita na TV. Logo mais, na sua casa.