Rumos para os ouvidos

De hoje até domingo, na sede do Itaú Cultural, em São Paulo, você confere o resultado das experimentações do programa Rumos Música Coletivo. A proposta era reunir músicos que não se conheciam para formar grupos e criar coletivamente, em quatro blocos de ensaios, os shows que agora vêm a público.

Hoje, dia 26 de julho, o grupo Qu4trilho abre a semana de apresentações, com Fernanda Cabral (voz e violão), Rafael Piccolotto (sax), Denni Pontes (percussão), e Ângelo Primon (violão e viola). Na sequência, no dia 27, Ricardo Herz (violino) e Samuca do Acordeon apresentammúsicas próprias, criações em parceria e improvisações. No dia 28, é a vez do trio Daniella Gramani (voz), Fabrício Conde (viola caipira), e Muepetmo (pedais e elementos eletrônicos). O encerramento, no dia 29, fica por conta de André Siqueira (baixo, flautas, violão e outros), Guilherme Darisbo (guitarra e voz) e Loop B (voz e objetos percussivos).

Os shows acontecem sempre às 20h, com entrada gratuita e ingressos distribuídos com meia hora de antecedência. Para conhecer o som da turma, clique aqui.

Anúncios

Semana de Rumos Música

Abra os olhos e os ouvidos, musical leitor, que nesta semana rola mais uma sequência de shows da Carteira Mapeamento do Rumos Música. Anotaí — a partir de quinta-feira, quatro artistas sobem ao palco do Itaú Cultural, em São Paulo: quinta-feira, dia 11, é a vez da rapper Lurdez da Luz; Letieres Leite & Orkestra Rumpilezz levam sua levada de afrobeat e jazz ao palco no dia 12; a banda Cabruêra se apresenta no dia 13; e no dia 14 é a vez do instrumentista Warley Henrique.

Como sempre, os shows são gratuitos e têm início às 20h, com ingressos distribuídos com meia hora de antecedência. Mais informações sobre os shows e os artistas aqui.

Você também confere as fotos dos shows anteriores no Flickr do Itaú Cultural, e fica sabendo sobre os shows que rolam na próxima semana, a partir do dia 17, aqui.

Rumos Música Coletivo em três cliques

“O que é que o Rumos pode deixar para a música brasileira, de algo que não existia antes e passa a existir depois”. Assim condensa Edson Natale, gerente do núcleo de Música do Itaú Cultural, uma das propostas da edição 2010-2012 do Rumos Música: a de investir no nascimento de novos grupos musicais a partir do encontro dos músicos selecionados.

Com poucas regras, algumas dúvidas e muitas apostas no poder criativo da mistura, da surpresa, e do inusitado, os encontros começaram em 2011, passando do “muito prazer” aos papos, à criação coletiva e aos ensaios para a apresentação ao vivo, que acontece no Itaú Cultural em 2012. Enquanto isso, o registro do processo está ao alcance de um clique. Ou três — nos vídeos que o leitor confere abaixo, e em que confere o início das descobertas.

Semana cheia por todo o Brasil (2)

Leitor de São Paulo, também não dê bobeira: a partir de amanhã tem mais uma rodada de shows do Rumos Música. Na quarta, dia 4, tem apresentação de Tulipa Ruiz, seguida do trompetista Guizado, no dia 5, Rogério Rochlitz na sexta, dia 6. A cantora amapaense Patrícia Bastos sobe ao palco no sábado, seguida da turma do Projeto B, que encerra a sequência no domingo, dia 8. Tudo no palco do Instituto Itaú Cultural, sempre às 20h, e ingressos distribuídos com meia hora de antecedência.

Semana Rumos apenas começando (2)

Enquanto isso, em São Paulo, o Rumos Música equaliza o fim de semana. A começar de hoje, que ninguém é de ferro – e mesmo se fosse. Sempre às 20h, até domingo, acontece mais uma rodada de shows de selecionados da Carteira Mapeamento do último edital do programa, no endereço que você conhece, sabedor leitor, Av. Paulista, 149.

Logo mais, os pernambucanos da Eddie levam seu liquidificador sonoro ao palco do Itaú Cultural. Amanhã, é o rapper Flávio Renegado quem pilota o microfone, seguido dos violonistas Weber Lopes e Paulo Bellinati no sábado, e do saxofonista Mário Séve no domingo.

Enquanto isso, em Lima, Peru, o Rumos Cinema e Vídeo 2009-2011 segue sua itinerância, abrindo alas para as possibilidades contemporâneas da linguagem audiovisual. Até o dia 7 de maio, exibe os trabalhos dos selecionados das categorias Filmes e Vídeos Experimentais e Documentários para Web para olhos e ouvidos peruanos, na Fundación Telefónica. Saiba mais, e mantenha as antenas ligadas, antenado leitor, ligada leitora, que quando termina a semana, começa a semana, se é que você me entende.

Rumos Música em carne, osso e groove neste carnaval

Não vá deixar que o frio fora de hora e as chuvas sem fim encharquem a serpentina dos seus sapatos, carnavalesco leitor. Anime-se, e caso encharque não esqueça, é só pular na pista que eles secam, pois pra esquentar os ouvidos dos pés à cabeça é que acontecem os shows do Rumos Música nesse fim de semana.

Na sexta, dia 04, o rapper Emicida (SP) sobe ao palco do instituto e mandar os petardos dos seus Pra Quem Já Mordeu um Cachorro por Comida, até que Eu Já Cheguei Longe…. (2009), Sua Mina Ouve Meu Rap Também (2010) e da mixtape Emicídio, do mesmo ano. No sábado, dia 05, é dia de O Jardim das Horas (CE) apresentar sua fusão da música eletrônica moderna e música brasileira de raiz. Fechando o ciclo de apresentações no domingo, dia 06, o violonista Maurício Marques (RS) brinda o público com sua música marcada pelas profundezas do folclore rio-grandense.

Mais informações aqui.