Brasília com teatro

A partir de amanhã, dia 17, até 29 de julho (domingo), o Rumos Teatro participa do 13º Cena Contemporânea – Festival Internacional de Teatro de Brasília. Na última semana, a caravana esteve em Blumenau, para o 25º Festival Internacional de Teatro Universitário (Fitub) da cidade.

Em Brasília, a programação começa com a oficina Ator no Processo Colaborativo, conduzida pelos fortalezenses do Grupo Bagaceira e dos recifenses do Coletivo Angu, reunidos também pelo programa Rumos Teatro. Nos dias 21 e 22 de julho, das 14h às 17h, o Grupo Bagaceira pilota os trabalhos, no dia 23, no mesmo horário, a oficina fica por conta do Coletivo Angu, e no dia 24 de julho, os dois grupos trabalham conjuntamente. O objetivo dos exercícios, voltados a atores e estudantes de teatro, é inserir fundamentos básicos de dramaturgia e construção cênica e de que modo a compreensão destes pode ajudar o ator em processos colaborativos.

Também será exibido o documentário Evoé! Retrato de um Antropófago, de Tadeu Jungle e Elaine Cesar,  sobre o diretor, ator e dramaturgo Zé Celso Martinez Corrêa, do Teatro Oficina. O filme retrata viagens a quatro pontos chave de sua trajetória: o Sertão da Bahia, Praia de Cururipe em Alagoas (onde o Bispo Sardinha foi devorado), Epidaurus (morada de Sêmele, mãe de Dionísio) e Atenas, na Grécia, e seu apartamento em São Paulo. O documentário faz parte da série ICONOCLÁSSICOS, lançada em 2011 pelo Itaú Cultural, com trabalhos sobre Itamar Assumpção, Paulo Leminski, Nelson Leirner e Rogério Sganzerla.

Rumos Teatro no 13º Cena Contemporânea – Festival Internacional de Teatro de Brasília

Oficina Ator no Processo Colaborativo
21 e 22 de julho, das 14h às 17h – Grupo Bagaceira
23 de julho, das 14h às 17h – Coletivo Angu
24 de julho, das 14h às 17h – Grupo Bagaceira e Coletivo Angu
Ingressos: Gratuito, aberto ao público
Endereço: Sala Multiuso – 508 Sul – Via SCLN, 205, bloco C, loja 25, Gama – Brasília, DF
Telefone para informações: (61) 3349-3937

Documentário EVOÉ! – Retrato de um Antropófago
21 de julho, às 17h30
Capacidade: 85 lugares
Ingressos: Gratuito, aberto ao público
Classificação indicativa: 16 anos
Endereço: Complexo Cultural Museu Nacional da República