E logo mais, na sua vitrola:

Pop eletrônico, afro-samba, rock, hiphop, bossa nova, tropicália, experimentalismo. Ou samba, rap, funk, drum’n’bass, jazz, choro, tango, maracatu. É só sintonizar na TV Cultura, sincrético leitor-ouvinte, e acompanhar o show do Coletivo Universal no Rumos da Música. Idealizado em 2002 pelo jornalista, compositor, DJ e produtor Wagner Merije, o Coletivo Universal é um projeto que convida amigos e parceiros de diversas linguagens e mídias para celebrar o Brasil por meio da música. O primeiro disco autoral veio à luz em 2004,  e além dele a participação em diversas coletâneas internacionais. Groove brasileiro tipo exportação. Hoje. Às 23h40. Logo após o Roda Viva.

Anúncios