Postais da Paraíba

E por falar nele, caro leitor, no Rumos Jornalismo Cultural, e por falar nela, cordial leitora, na expedicionária Babi Borghese, é ela própria quem nos manda alguns postais de João Pessoa, Paraíba, onde o laboratório “A Mineração do Personagem”, com Humberto Werneck, marcou a última participação do Rumos Jota-Cê na caravana 2011. Lá vai:

Lua cheia em João Pessoa, última parada da Caravana com o Rumos Jornalismo Cultural, e também a última escala de Babi Borghese nesta empreitada

Babi tira uma tarde de folga e fica no hotel pra ler o novo livro da Eliane Brum, Uma Duas, sua primeira ficção

Na UFPB, que reuniu alunos e professores das cidades de Bayeux, Cabedelo, Campina Grande, João Pessoa, José Américo e Santa Rita para participar do laboratório "A Mineração do Personagem", com Humberto Werneck

... com direito a um ouvinte mais que especial, superatento

A produção, integrada por alunos de Comunicação da UFPB, organizou a atividade com muita competência

A cidade também está vestida para as festas juninas nos mínimos detalhes

[Babi Borghese]

Rumos Jornalismo Cultural em Cuiabá

Dito e certo, leitor companheiro, camarada leitora: eis que nem bem o fim de semana bate à porta, e a expedicionária Babi Borghese, do Rumos Jornalismo Cultural, chega chegando na caixa de entrada deste que vos tecla, com fotos e legendas da viagem a Cuiabá, para o encontro da Intercom Centro-Oeste. Lá vai:

Centro Geodésico da América do Sul, em Cuiabá (1)

Centro Geodésico da América do Sul, em Cuiabá (2)

Instituto de Linguagens da UFMT, que sediou mais uma vez a Intercom Centro-Oeste

Ói ela aí, geeeente... a "barraquinha" Rumos, logo na primeira manhã, atiçando a curiosidade dos alunos da própria UFMT

No saguão também tinha uma exposição de arte...

... que na verdade é de um projeto lindo da universidade

Eliane Brum lotando a sala de seu laboratório "Olhar e escuta em busca do personagem singular"

... com direito a "tarde de autógrafos" depois da atividade

Platéia atenta no laboratório "Como fazer na internet coberturas ao vivo de eventos culturais", de Fábio Malini

... onde todos tiveram seus 15 segundos de fama e apareceram ao vivo na rede

Lembrando que o resultado do laboratório do Malini pode ser conferido aqui!

[Babi Borghese]

Visões de Boa Vista

Amigo leitor, cordial leitora, a expedicionária Babi Borghese, do núcleo Diálogos do Itaú Cultural, não pára mesmo quieta. Entre um voo e outro, antes de uma decolagem ali, depois de um pouso aqui, nos mandou a sequência de fotos e legendas abaixo, a fotonovela da Intercom Norte, encontro regional da Sociedade Brasileira de Estudos Interdisciplinares da Comunicação, que ocorreu em Boa Vista, Roraima. E enquanto este que vos tecla dá a nota, Babi já está, desde ontem, na Intercom Centro-Oeste, em Cuiabá. Portanto leia logo, lépido amigo, que logo logo vem mais.

 

Aeroporto de Congonhas, São Paulo, 30 de maio, 6h da matina, 13º...

Aeroporto de Brasília, 9h30, 19º...

E o hotel em Boa Vista, 15h30, 29º

A Faculdade Estácio/Atual (antiga Faculdade Atual da Amazônia), sede da Intercom Norte 2011

Da esquerda para a direita, as coordenadoras de curso Aleta Dreves (UFAC) e Claudia Bardal (Atual), e o professor Marcio Fernandes (UniCentro), três dos organizadores do congresso

Chove na Atual; chove em Boa Vista; chove no estado inteiro, quase o tempo todo, dia e noite

A cantina da faculdade serviu como espaço de convivência para os cerca de 700 congressistas

Os bicos de tomadas foram poucos pra tanta gente com laptop

Luiz Ruffato, convidado do Itaú Cultural para ministrar o laboratório 'Jornalismo Cultural e Literatura', posa com a sua primeira turma de Intercom

No dia seguinte, 3/6, bis do Ruffato...

... que deu muitas entrevistas, tanto à imprensa local quanto aos estudantes

Expectativa na última noite: hora da premiação dos melhores trabalhos dos alunos apresentados na Expocom Norte (parte integrante do congresso, que seleciona os melhores de cada região para competir no congresso nacional, que neste ano ocorre em Recife, em setembro)

Preparando-se para anunciar os vencedores das 40 categorias (sim, 40 categorias!), Aleta Dreves (UFAC); a vice-presidente da Intercom, Nélia Del Bianco (UnB), e Maria Ataide (UFPA), que deram o sangue pro evento acontecer

 

***

Sabadão, dia de folga pra conhecer a cidade. Melhor: o Estado.  Melhor: o estrago que as chuvas estão fazendo em toda a região. Acordamos às 6h e viajamos por 1h30 para chegar à fronteira Roraima/Guiana.

Da esquerda para a direita: Fernanda (aluna da UFPA e integrante da produção do congresso), Marcio, Babi e Nélia posando embaixo da placa que indica a travessia Bonfim (Roraima), Lethen (Guiana). Era pra ter uma ponte aí...

...totalmente coberta pelas águas

A travessia só pode ser feita por carros altos, de grande tração...

... e lá vamos nós, pagando R$5 por pessoa à dona do carro guianense que parece uma van, só que mais robusta

Essa é pra provar que estivemos lá: Márcio vai às compras no supermercado local

Posto de gasolina em Lethem, ponto de encontro com o carro quase anfíbio que nos levará de volta a Bonfim

Vale registrar que a direção do carro, bem como a das pistas, evidentemente, são inglesas

Estrada linda (pena que faltou o sol), ladeada de buritis

Às 13h, meus companheiros de aventura vão pro aeroporto e eu troco de grupo: as meninas da produção da Intercom me levam pra conhecer a cidade. Da esquerda para a direita: Stael, Polyana, Vilany e Juliana. Como eu, Stael também é turista, vinda do Acre

Vale um parêntese de agradecimento à produção da Intercom Norte. Impecável. Já estou com saudades de todos!

A Orla Tumanan, interditada por conta das cheias: fato incomum

No estacionamento da Orla, só atracava barquinho...

... e o Pier, totalmente alagado

Apesar das chuvas que neste ano castigam a população mais do que nos períodos anteriores, Boa Vista é uma cidade linda e já deixa saudades, antes mesmo de me dirigir ao aeroporto pra próxima parada: Intercom Centro-Oeste, em Cuiabá.

[Babi Borghese]

Rumos Jornalismo Cultural na Intercom Sudeste

Entre os dias 12 e 14 de maio, cerca de 2 mil pessoas de mais de 100 cursos de Comunicação Social estiveram reunidas na FECAP, em São Paulo, para participar da Intercom Sudeste. A expedicionária Babi Borghese esteve lá, é claro, erguendo a bandeira e o banner do Rumos Jornalismo Cultural, a mão na câmera e várias imagens na memória da máquina, legendadas e tudo, que seguem abaixo como segue a semana: cheia de surpresas boas. É só conferir a programação.

A sede da Intercom Sudeste, na Av. Liberdade

No chão da entrada, o mapa da mina...

...ou seria do metrô de Londres?

Não, é a barraquinha do Rumos!

Desta vez com um banner "dupla face" e tudo

Babi Borghese fala com Danielle, aluna da Unesp de Bauru

No segundo dia (sexta, dia 13) Eliane Brum e José Castello, que realizaram laboratórios pela primeira vez numa Intercom, tomam um café e trocam figurinhas sobre seus livros e suas viagens com a caravana Rumos

José Castello em ação no seu laboratório "Em busca do personagem singular"

Eliane Brum em ação, no laboratório "Olhar e Escuta"

Pausa para Sessão Tietagem

Nosso produtor, Renan Fattori, estreia na barraquinha do Rumos Jornalismo Cultural. A primeira Intercom a gente nunca esquece...

Babi reencontra Tales Tomaz, da Unasp (Engº Coelho/SP), selecionado na Carteira Estudante, edição 2007-2008. O agora Professor Tales leva suas alunas Liana e Ana para ouvirem sobre o Rumos

Mais uma Sessão Tietagem: Tales e Babi matam as saudades

Por dentro de Juiz de Fora

Parte dois da saga da expedicionária Babi Borghese pelos meandros macios de Juiz de Fora, caríssimo leitor, prezada leitora, fotos e legendas das peripécias e peregrinações do Rumos Jornalismo Cultural pelo Brasil. Segura, que lá vai:

Última noite em Juiz de Fora, encontro com as professoras Margareth Marinho (esq) e Marina Magalhães (centro), selecionadas na edição 2007-2008 do RJC, ambas da UniPac. Haja tricô... e cachaça!

Carta de Cachaças do Pró Copão, bar localizado no bairro Procópio

Difícil é escolher...

...ao vivo, então, fica ainda mais difícil!

Rumos Jornalismo Cultural no Folkcom

Amigo leitor, amiga leitora, ao longo desta semana, saiba você, está rolando a XIV Conferência Brasileira de Folkcomunicação, ou simplesmente Folkcom. Cerca de 300 pessoas de todo o país, entre estudantes e professores de Comunicação Social, estão reunidos em Juiz de Fora/MG desde o dia 04 até amanhã, 07 de maio. No meio dessa turma toda, esteve a expedicionária Babi Borghese, do Núcleo Diálogos, espalhando a palavra do Rumos Jornalismo Cultural. Naquele esquema. Segue a fotonovela do dia, fotos e legendas de Babi, ressaltando que não há foto da legendária barraquinha do Rumos desta vez por uma questão de itinerância: o encontro é realizado conjuntamente pela Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF) e pela Faculdade Estácio de Sá, havendo evento nas duas, um vai-daqui-acolá que só vendo. Veja só:

Estácio de Sá...

...e Faculdade de Comunicação Social da UFJF, as duas sedes do encontro

Tudo é mídia, comunicar é preciso!

Espaço Cultural Renato Mascarenhas: noutros tempos a maior indústria textil da América Latina, hoje um dos centros culturais mais ativos de Juiz de Fora

Tesouro no hall do auditório da Facom/UFJF: um linotipo italiano de mil novecentos e bolinha. Pensa que antigamente era fácil imprimir jornal?

Fui de avião, mas bem que gostaria de chegar de trem nessa estação...

Flagrantes do Jornalismo Cultural

Stop the press, leitor amigo, leitora do peito, e tome nota. Sinta o samba, que o Rumos Jornalismo Cultural está a postos para o fim de semana. Em plena sexta-feira, enquanto todos acertam os ponteiros da balada, do filminho, ou do sossego, o Núcleo Diálogos do Itaú Cultural aquece as turbinas, amarra os cadarços, limpa os óculos, mochila nas costas para a dose dupla de laboratório em Florianópolis no início da semana, e para as viagens seguintes, que logo irão pintar — breve, num post perto de você.

As fotos abaixo foram enviadas pela expedicionária Babi Borghese, um breve documentário visual da véspera-de do pessoal. Lá vai:

Fernanda Carvalho prepara kits para os laboratórios de Palmas e Boa Vista

Renan Fattori e Ricardo Tayra cuidam de passagens e hospedagens para Curitiba, Londrina, Campo Grande e Fortaleza

Babi Borghese arruma a malinha para o Congresso Nacional da Rede FolkCom, em Juiz de Fora. Enquanto isso, Claudiney Ferreira em casa desfaz a mala de Belém, e ainda aproveita pra arrumar a de Florianópolis...

E está só começando!