Rumos em Rondônia

De hoje até sexta-feira, o Rumos Teatro estará Porto Velho, Rondônia, onde integra a programação do Festival Amazônia Encena na Rua 2012.

Para começar, tem a oficina Composições para a Cena, com o ator Marcelo de Castro, do grupo mineiro Espanca!, a semana toda (23 a 27 de julho), no Complexo da Estrada de Ferro Madeira Mamoré, das 9h às 12h. A oficina introduz a ideia de composição para o trabalho do ator por meio do treinamento dos “pontos de vista”, uma técnica de improvisação com origem na dança, inicialmente criada pela coreógrafa Mary Overlie. Por meio de exercícios físicos, os conceitos serão explorados de modo a permitir que um grupo de atores/bailarinos trabalhe intuitivamente na criação de eventos teatrais.

No dia 25 (quarta-feira), às 9h, também no Complexo da Estrada de Ferro Madeira Mamoré, acontece a exibição do documentário Evoé! Retrato de um Antropófago, de Tadeu Jungle e Elaine Cesar, sobre o diretor, ator e dramaturgo Zé Celso Martinez Corrêa, do Teatro Oficina. O filme retrata viagens a quatro pontos importantes de sua trajetória: o Sertão da Bahia, Praia de Cururipe em Alagoas (onde o Bispo Sardinha foi devorado), Epidaurus e Atenas, na Grécia, e seu apartamento em São Paulo. O documentário faz parte da série ICONOCLÁSSICOS, lançada em 2011 pelo Itaú Cultural, com trabalhos sobre Itamar Assumpção, Paulo Leminski, Nelson Leirner e Rogério Sganzerla.

Difusão Rumos Itaú Cultural Teatro em Porto Velho
Na programação do Festival Amazônia Encena na Rua 2012

Oficina do Grupo Espanca, com Marcelo de Castro
De 23 a 27 de julho (segunda-feira a sexta-feira), das 9h às 12h
Capacidade: 20 pessoas
Classificação Indicativa: 15 anos

Complexo da Estrada de Ferro Madeira Mamoré
Avenida Farquar, s/n, Complexo da Estrada de Ferro Madeira Mamoré
Porto Velho, Rondônia

Apresentação do documentário Evoé
Dia 25 de julho de 2012 (quarta-feira), às 9h
Capacidade: 150 lugares
Classificação Indicativa: 16 anos
Ingressos: Gratuito / aberto ao publico
Mais informações: tapiri.oimaginario@gmail.com

Galpão II, Complexo da Estrada de Ferro Madeira Mamoré
Avenida Farquar, s/n, Complexo da Estrada de Ferro Madeira Mamoré
Porto Velho, Rondônia

Brasília com teatro

A partir de amanhã, dia 17, até 29 de julho (domingo), o Rumos Teatro participa do 13º Cena Contemporânea – Festival Internacional de Teatro de Brasília. Na última semana, a caravana esteve em Blumenau, para o 25º Festival Internacional de Teatro Universitário (Fitub) da cidade.

Em Brasília, a programação começa com a oficina Ator no Processo Colaborativo, conduzida pelos fortalezenses do Grupo Bagaceira e dos recifenses do Coletivo Angu, reunidos também pelo programa Rumos Teatro. Nos dias 21 e 22 de julho, das 14h às 17h, o Grupo Bagaceira pilota os trabalhos, no dia 23, no mesmo horário, a oficina fica por conta do Coletivo Angu, e no dia 24 de julho, os dois grupos trabalham conjuntamente. O objetivo dos exercícios, voltados a atores e estudantes de teatro, é inserir fundamentos básicos de dramaturgia e construção cênica e de que modo a compreensão destes pode ajudar o ator em processos colaborativos.

Também será exibido o documentário Evoé! Retrato de um Antropófago, de Tadeu Jungle e Elaine Cesar,  sobre o diretor, ator e dramaturgo Zé Celso Martinez Corrêa, do Teatro Oficina. O filme retrata viagens a quatro pontos chave de sua trajetória: o Sertão da Bahia, Praia de Cururipe em Alagoas (onde o Bispo Sardinha foi devorado), Epidaurus (morada de Sêmele, mãe de Dionísio) e Atenas, na Grécia, e seu apartamento em São Paulo. O documentário faz parte da série ICONOCLÁSSICOS, lançada em 2011 pelo Itaú Cultural, com trabalhos sobre Itamar Assumpção, Paulo Leminski, Nelson Leirner e Rogério Sganzerla.

Rumos Teatro no 13º Cena Contemporânea – Festival Internacional de Teatro de Brasília

Oficina Ator no Processo Colaborativo
21 e 22 de julho, das 14h às 17h – Grupo Bagaceira
23 de julho, das 14h às 17h – Coletivo Angu
24 de julho, das 14h às 17h – Grupo Bagaceira e Coletivo Angu
Ingressos: Gratuito, aberto ao público
Endereço: Sala Multiuso – 508 Sul – Via SCLN, 205, bloco C, loja 25, Gama – Brasília, DF
Telefone para informações: (61) 3349-3937

Documentário EVOÉ! – Retrato de um Antropófago
21 de julho, às 17h30
Capacidade: 85 lugares
Ingressos: Gratuito, aberto ao público
Classificação indicativa: 16 anos
Endereço: Complexo Cultural Museu Nacional da República

Inscrições prorrogadas

Aguente firme, amigo leitor, amiga leitora, que as inscrições para o Rumos foram prorrogadas. Rumos Cinema e Vídeo e Rumos Dança seguem com inscrições abertas até 20/7 (as datas finais para postagem de materiais são 20/7 para Cinema e Vídeo e 21/7 para Dança). Já as inscrições para o Rumos Moda e Design vão até 10/8, e a data final para postagem de materiais é 13/8.

Caravana Rumos chega a Florianópolis

Começa hoje a programação do Rumos Itaú Cultural 2012 em Florianópolis. A UFSC recebe, de hoje até sexta-feira, dia 29 de junho, workshops e palestras, como sempre gratuitos e abertos ao público, nas áreas de Cinema e Vídeo, Dança e Pesquisa em Moda e Design.

Hoje, às 16h, no auditório Henrique Fontes (CCE – Bloco B, térreo), o coreógrafo e bailarino Alejandro Ahmed realiza a palestra Pesquisa e Investigação em Dança Contemporânea. Diretor artístico e bailarino do Grupo Cena 11 Cia. De Dança, Ahmed aborda no encontro o desenvolvimento da técnica própria que instaura projetos de pesquisa e formação e trata da sua experiência em direção artística, criação e preparação técnica.

Nos dias 26 e 27 de junho, das 14h às 18h, o professor e artista multimídia Fernando Velazquez conduz o workshop Introdução ao Live Image. A proposta é apresentar um panorama desse tipo de arte no Brasil e no mundo através de obras que incluem vídeos, instalações, objetos e performances audiovisuais, além de falar das técnicas e das tecnologias de produção. A programação ocorre na sala 402 – CFM.

O edital Pesquisa em Moda e Design, o caçula do programa, comparece duplamente na programação. No dia 28, ocorre a palestra A Moda Como Expressão Cultural ou Enquanto Negócio de Economia Criativa (EC)? Usos e Abusos do Termo EC, ministrado por Patrícia Sant’Anna, doutora em história da arte e pesquisadora de moda, líder do Grupo de Estudos de Arte, Design e Moda da Unicamp. E no dia 29, o designer André Stolarski explica o desenvolvimento da técnica própria que instaura projetos de pesquisa e formação, na palestra A Relação entre o Design e a Economia Criativa. Stolarski é sócio da Tecnopop, empresa que desenvolve soluções integradas de branding e design para a gestão de marcas culturais, e faz parte do conselho consultivo da ADG Brasil e do conselho editorial da coleção de design da editora Cosac Naify.

Lembrando que toda a programação tem entrada franca, com ingressos distribuídos por ordem de chegada, até o preenchimento das vagas. Mais informações aqui.

Dança
palestra  Pesquisa e Investigação em Dança Contemporânea com Alejandro Ahmed
segunda 25 de junho
às 16h
120 lugares
auditório Henrique Fontes, CCE – Bloco B, térreo

Cinema e Vídeo
workshop Introdução ao Live Images com Fernando Velazquez
terça 26 e quarta 27 de junho
das 14 às 18h
20 vagas
sala 402 – CFM

Pesquisa em Moda e Design
palestra A Moda como Expressão Cultural ou Enquanto Negócio de Economia Criativa (EC)? Usos e Abusos do Termo EC com Patrícia Sant’Anna
quinta 28 de junho
das 14h às 18h
30 vagas
sala 402 – CFM

A Relação entre o Design e a Economia Criativa com André Stolarski
sexta 29 de junho
das 14h às 18h
30 vagas
sala 401 – CFM

Campus Universitário Reitor João David Ferreira Lima – UFSC | Trindade | Florianópolis (SC)

V de Vitória

É hora de Vitória, amigo leitor, amiga leitora, que a partir da próxima quarta-feira, dia 13 de junho, até o dia 20 do mesmo mês, recebe a caravana do Rumos 2012, que leva na bagagem workshops e um espetáculo, como sempre gratuitos e abertos ao público.

Nos dias 13 e 14, Renata Druck conduz o workshop Desenvolvimento da Linguagem Audiovisual. Após uma breve introdução à classificação dos principais gêneros cinematográficos, serão abordados o aprimoramento dessa linguagem e suas possibilidades narrativas. Renata Druck atua em diversos campos e formatos do audiovisual, com vários documentários, programas e séries de TV realizados.

No dia 15 de junho, acontece o minicurso A Relação entre o Design e a Economia Criativa, com o designer André Stolarski, que aborda o desenvolvimento da técnica própria para projetos de pesquisa e formação. Stolarski é sócio da Tecnopop, empresa que desenvolve soluções integradas de branding e design para a gestão de marcas culturais, e faz parte do conselho consultivo da ADG Brasil e do conselho editorial da coleção de design da Cosac Naify. No dia seguinte, vulgo 16 de junho, mais um minicurso do recém-nascido edital Pesquisa em Moda e Design. Estou falando de A Moda como Expressão Cultural ou Enquanto Negócio de Economia Criativa (EC)? Usos e Abusos do Termo EC, que será ministrado por Patrícia Sant’Anna, doutora em história da arte pela Unicamp e pesquisadora de moda, líder do Grupo de Estudos de Arte, Design e Moda da Unicamp.

O fim da festa, no dia 20 de junho, fica por conta do grupo Cena 11 de Dança, que apresenta o espetáculo Guia de Ideias Correlatas, produzido com a proposta de informar sobre as pesquisas e as práticas que consolidaram o grupo nos seus 18 anos de história. O grupo desenvolve uma técnica particular e instaura projetos de pesquisa e instrução, sempre com o propósito de confluir teoria e prática no entendimento da dança.

Anotou? Lá vai de novo:

Cinema e Vídeo
workshop Desenvolvimento da Linguagem Audiovisual com Renata Druck
quarta 13 e quinta 14 de junho
das 14 às 18h
20 vagas

Pesquisa em Moda e Design
minicurso A Relação entre o Design e a Economia Criativa com André Stolarski
sexta 15 de junho
às 14h
50 vagas

minicurso A Moda como Expressão Cultural ou Enquanto Negócio de Economia Criativa (EC)? Usos e Abusos do Termo EC com Patrícia Sant’Anna
sábado 16 de junho
às 14h
50 vagas

entrada franca em todos os eventos – ingressos distribuídos por ordem de chegada até o preenchimento das vagas
universidade federal do espírito santo | avenida fernando ferrari, 514 – goiabeiras – vitória es

Dança
espetáculo Guia de Ideias Correlatas com o grupo Cena 11 de Dança
quarta 20 de junho
às 20h30
409 lugares

entrada franca – ingressos distribuídos por ordem de chegada até o preenchimento das vagas
teatro carlos gomes | praça costa pereira – centro – vitória es

Rumos Teatro chega a São Luís

Caçula dos editais, o Rumos Teatro saiu cedo de casa e começa hoje a etapa de difusão do programa pelo país. De hoje até a próxima quinta-feira, e no sábado, dia 9 (sábado), a trupe pousa em São Luís, onde participa da programação do Conexão Dança.

Para começar, tem a oficina que os catarinenses do ERRO Grupo e os paranaenses da Cia Silenciosa realizam de 4 a 7 de junho, na Sala de Dança do Centro de Ciências Humanas (CCH) da UFMA, das 12h às 17h. A ideia é colocar os 20 inscritos em contato com os experimentos que os dois grupos desenvolveram juntos, sobre a presença cênica e suas mediações em Florianópolis, Curitiba e São Paulo.

No dia 6, quarta-feira, às 10h, ainda no CCH, acontece a exibição do documentário Evoé! Retrato de um Antropófago, de Tadeu Jungle e Elaine Cesar,  sobre o diretor, ator e dramaturgo Zé Celso Martinez Corrêa, do Teatro Oficina. O filme retrata viagens a quatro pontos chave de sua trajetória: o Sertão da Bahia, Praia de Cururipe em Alagoas (onde o Bispo Sardinha foi devorado), Epidaurus (morada de Sêmele, mãe de Dionísio) e Atenas, na Grécia, e seu apartamento em São Paulo. Este que vos escreve viu o filme cinco ou seis vezes, e recomenda todas elas – bem como os demais filmes da série ICONOCLÁSSICOS, lançada em 2011 pelo Itaú Cultural, sobre Itamar Assumpção, Paulo Leminski, Nelson Leirner e Rogério Sganzerla.

Mas onde estávamos, nobre leitor, valiosa leitora? Ah, São Luís, dia 9, sábado: às 17h, no glorioso Chico Discos, a gerente do Núcleo de Artes Cênicas do Itaú Cultural, Sonia Sobral, encerra a participação do Rumos Teatro no Conexão Dança, com uma conversa sobre produção e pesquisa na área. Ela também apresenta ao público o livro Próximo Ato: Teatro de Grupo, lançado em 2011 pelo instituto, dentro da Mostra Rumos Teatro. A obra apresenta 25 textos de autores como Beatrice Piccon-Vallin, Erika Fisher, Beth Néspoli, Luis Fernando Ramos, Edelcio Mostaço, Silvia Fernandes, Celso Frateschi, Oscar Cornago e Kil Abreu.

Quer saber mais? Siga abaixo e vá em frente, conferir a programação.

SERVIÇO
Difusão Rumos Itaú Cultural Teatro em São Luís
Na programação Conexão Dança
Informações: conexaodanca.slz@gmail.com

Oficina Grupo Erro e Companhia Silenciosa
De 4 a 7 de junho de 2012, das 12h às 17h
Capacidade: 20 vagas
Inscrições: pelo site http://www.wix.com/conexaodanca/blog
Classificação Indicativa: 16 anos

Apresentação do documentário Evoé
Dia 6 de junho de 2012, às 10h
Capacidade: 100 lugares
Classificação Indicativa: 16 anos
Entrada franca

Universidade Federal do Maranhão
Centro de Ciências Humanas
Avenida dos Portugueses, s/n, Bacanga

Bate papo com Sonia Sobral e apresentação do livro Próximo Ato
Dia 9 de junho de 2012 (sábado), 17h
Capacidade: 60 lugares
Classificação Indicativa: livre
Entrada franca

Chico Discos
Rua de São João, 389B, esquina com Afogados, Centro

Alô-alô, Fortaleza!

Semana cheia em Fortaleza, caro leitor, dileta leitora, que de hoje (8/5) até o próximo sábado (12/5) recebe a caravana do Rumos 2012. A trupe desembarca na capital do Ceará com a bagagem cheia de minicursos – nas áreas de Dança, Cinema e Vídeo e Pesquisa em Moda e Design. Gratuitos e abertos ao público, os minicursos ocorrem sempre na Vila das Artes (Rua 24 de Maio, 1221 – Centro).

Nesse primeiro dia a conversa é sobre Pesquisa e Investigação em Dança Contemporânea, com palestra do coreógrafo e bailarino Alejandro Ahmed. Com 60 vagas e duração de duas horas, a fala tem início às 19h, e aborda, entre outros temas, a experiência do palestrante na direção artística, criação e preparação técnica do Grupo Cena 11 Cia. de Dança.

Nos dias 9 e 10, é a vez do workshop Introdução ao Live Images, capitaneado pelo artista multimídia Fernando Velazquez. O artista apresenta um panorama do Live Images, considerando percurso histórico, produção atual, técnicas e tecnologias de produção. Também analisa obras de artistas e coletivos, com exercícios e discussões sobre oportunidades na cena nacional e internacional. Das 14h às 18h, o workshop tem 20 vagas disponíveis.

Nos dias 11 e 12 ocorrem os minicursos em moda e design, com aulas da antropóloga social e pesquisadora de moda Patrícia Sant’Anna e do designer André Stolarski, ambas com 50 vagas disponíveis.

No dia 11, das 14h às 18h, Patrícia Sant’Anna oferece o minicurso A moda como expressão cultural ou enquanto negócio de economia criativa (EC)? Usos e abusos do termo EC. Doutora em História da Arte, antropóloga social e pesquisadora de moda, Sant’Anna considera que no Brasil as empresas de micro, pequeno e médio porte costumam ser as mais criativas, pois têm uma força de trabalho jovem e interessada em novas possibilidades de criação, e que as empresas de moda e design podem conceber o negócio de maneira estratégica.

No fim da viagem, no dia 12, das 14h às 18h, tem o minicurso A Relação Entre o Design e a Economia Criativa, do designer André Stolarski. Coordenador de comunicação da Fundação Bienal de São Paulo, membro do Conselho da ADG Brasil e do Conselho Editorial da coleção de design da editora Cosac Naify, ele caracteriza o design como atividade autônoma e ferramenta de apoio às demais atividades, e explica o desenvolvimento da técnica própria que instaura projetos de pesquisa e formação.