Rio das Artes em Piracicaba

Luiza Proença está de volta, leitor atento, leitora ligada. A curadora de mapeamento da região Sudeste para o Rumos Artes Visuais envia um relato dos rincões de abril, quando a sensação térmica conhecida como calor ainda podia ser experimentada em São Paulo, e a cidade de Piracicaba abrigava o projeto Rio das Artes. Veja você:

Rio das Artes

No sábado, dia 17, e no domingo, dia 18 de abril, enquanto em São Paulo acontecia a Virada Cultural, em Piracicaba acontecia a segunda edição do Projeto Rio das Artes.

Ateliês e exposições de artistas da região ficaram abertos para que os visitantes, com ajuda de um mapa-guia, pudessem conhecer as principais produções do município. O SESC-Piracicaba, um dos realizadores do Projeto, oferecia gratuitamente uma van para os interessados em visitar os locais elencados no mapa. Os artistas que não possuíssem ateliês podiam participar de um ateliê coletivo nas galerias de entrada e de exposição do SESC.

Mapa de Piracicaba, com indicações dos ateliês

Ainda em reforma, o Aragem Contemporânea foi um dos espaços que abrigaram exposição durante o Rio das Artes. No cantinho direito dá pra ver a van que levava os visitantes (foto: Luciana Camuzzo)

Interior da exposição no Aragem

Um pouco de sombra vai bem em Piracicaba!

Aragem, Casa do Salgot, grupo G+, Ponto de Cultura Educomunicamos, Brasil Arteiro e Lao Bar Bistrô Lugar são somente alguns dos espaços visitados que participaram do evento. Infelizmente não temos fotos de todos eles!

No dia 17, aconteceu ainda uma conversa sobre o Rumos Artes Visuais na Pinacoteca Municipal Miguel Dutra. Na ocasião, também foi lançado o catálogo do 42º Salão de Arte Contemporânea de Piracicaba, e apresentada a comissão organizadora do próximo Salão, que terá inscrições abertas a partir do próximo dia 4 de julho. Um dos mais tradicionais do estado de São Paulo, o Salão de Piracicaba busca a renovação, atualizando seu edital e suas atividades desde sua última edição, em 2010.

[Luiza Proença]

Anúncios
This entry was posted in Rumos 2011 and tagged , , by reuben da cunha rocha. Bookmark the permalink.

About reuben da cunha rocha

São Luís (MA), 1984. Jornalista, escritor e tradutor, com trabalhos publicados em revistas como Poesia Sempre (Biblioteca Nacional), Revista de Autofagia, Cult, Modo de Usar & Co. e Continuum, do Itaú Cultural. Em 2004, foi selecionado da primeira edição do Rumos Jornalismo Cultural. Mestre em Ciências da Comunicação pela ECA/USP, também é editor da revista Semeiosis, do Grupo de Pesquisa Semiótica da Comunicação.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s