Visões de Boa Vista

Amigo leitor, cordial leitora, a expedicionária Babi Borghese, do núcleo Diálogos do Itaú Cultural, não pára mesmo quieta. Entre um voo e outro, antes de uma decolagem ali, depois de um pouso aqui, nos mandou a sequência de fotos e legendas abaixo, a fotonovela da Intercom Norte, encontro regional da Sociedade Brasileira de Estudos Interdisciplinares da Comunicação, que ocorreu em Boa Vista, Roraima. E enquanto este que vos tecla dá a nota, Babi já está, desde ontem, na Intercom Centro-Oeste, em Cuiabá. Portanto leia logo, lépido amigo, que logo logo vem mais.

 

Aeroporto de Congonhas, São Paulo, 30 de maio, 6h da matina, 13º...

Aeroporto de Brasília, 9h30, 19º...

E o hotel em Boa Vista, 15h30, 29º

A Faculdade Estácio/Atual (antiga Faculdade Atual da Amazônia), sede da Intercom Norte 2011

Da esquerda para a direita, as coordenadoras de curso Aleta Dreves (UFAC) e Claudia Bardal (Atual), e o professor Marcio Fernandes (UniCentro), três dos organizadores do congresso

Chove na Atual; chove em Boa Vista; chove no estado inteiro, quase o tempo todo, dia e noite

A cantina da faculdade serviu como espaço de convivência para os cerca de 700 congressistas

Os bicos de tomadas foram poucos pra tanta gente com laptop

Luiz Ruffato, convidado do Itaú Cultural para ministrar o laboratório 'Jornalismo Cultural e Literatura', posa com a sua primeira turma de Intercom

No dia seguinte, 3/6, bis do Ruffato...

... que deu muitas entrevistas, tanto à imprensa local quanto aos estudantes

Expectativa na última noite: hora da premiação dos melhores trabalhos dos alunos apresentados na Expocom Norte (parte integrante do congresso, que seleciona os melhores de cada região para competir no congresso nacional, que neste ano ocorre em Recife, em setembro)

Preparando-se para anunciar os vencedores das 40 categorias (sim, 40 categorias!), Aleta Dreves (UFAC); a vice-presidente da Intercom, Nélia Del Bianco (UnB), e Maria Ataide (UFPA), que deram o sangue pro evento acontecer

 

***

Sabadão, dia de folga pra conhecer a cidade. Melhor: o Estado.  Melhor: o estrago que as chuvas estão fazendo em toda a região. Acordamos às 6h e viajamos por 1h30 para chegar à fronteira Roraima/Guiana.

Da esquerda para a direita: Fernanda (aluna da UFPA e integrante da produção do congresso), Marcio, Babi e Nélia posando embaixo da placa que indica a travessia Bonfim (Roraima), Lethen (Guiana). Era pra ter uma ponte aí...

...totalmente coberta pelas águas

A travessia só pode ser feita por carros altos, de grande tração...

... e lá vamos nós, pagando R$5 por pessoa à dona do carro guianense que parece uma van, só que mais robusta

Essa é pra provar que estivemos lá: Márcio vai às compras no supermercado local

Posto de gasolina em Lethem, ponto de encontro com o carro quase anfíbio que nos levará de volta a Bonfim

Vale registrar que a direção do carro, bem como a das pistas, evidentemente, são inglesas

Estrada linda (pena que faltou o sol), ladeada de buritis

Às 13h, meus companheiros de aventura vão pro aeroporto e eu troco de grupo: as meninas da produção da Intercom me levam pra conhecer a cidade. Da esquerda para a direita: Stael, Polyana, Vilany e Juliana. Como eu, Stael também é turista, vinda do Acre

Vale um parêntese de agradecimento à produção da Intercom Norte. Impecável. Já estou com saudades de todos!

A Orla Tumanan, interditada por conta das cheias: fato incomum

No estacionamento da Orla, só atracava barquinho...

... e o Pier, totalmente alagado

Apesar das chuvas que neste ano castigam a população mais do que nos períodos anteriores, Boa Vista é uma cidade linda e já deixa saudades, antes mesmo de me dirigir ao aeroporto pra próxima parada: Intercom Centro-Oeste, em Cuiabá.

[Babi Borghese]

Anúncios
This entry was posted in Rumos 2011 and tagged , , by reuben da cunha rocha. Bookmark the permalink.

About reuben da cunha rocha

São Luís (MA), 1984. Jornalista, escritor e tradutor, com trabalhos publicados em revistas como Poesia Sempre (Biblioteca Nacional), Revista de Autofagia, Cult, Modo de Usar & Co. e Continuum, do Itaú Cultural. Em 2004, foi selecionado da primeira edição do Rumos Jornalismo Cultural. Mestre em Ciências da Comunicação pela ECA/USP, também é editor da revista Semeiosis, do Grupo de Pesquisa Semiótica da Comunicação.

One thought on “Visões de Boa Vista

  1. Olá Babi, tive oportunidade de conhecê-la durante a palestra ministrada por Luis Rufatto dirante o Intercom Norte em Boa Vista, onde fui mestre de cerimônia, e passanto pelos rumos, me deparei com estas fotos de minha cidade fiquei muito contente quando as ví e deu para notar que aproveito bastande de Boa Vista. Foi uma imens satisfação conhecê-a, desejando saúde e sucesso em seus empreendimentos, e espero que em breve faça um breve retorno a este belo encanto do Extremo norte do país. Grande Abraço.
    Deixo aqui minhas 2 páginas caso queira visitar, tem mais fotos de Boa Vista. voce vai adorar.
    http://www.fotografodigital.com.br/ricardo-magalhaes-10631.html
    http://www.olhares.com/riquinho

    Ricardo Magalhães

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s