Caiu na rede é Rumos

Puxe uma cadeira, relaxe e abra bem os olhos — cá estamos nós em mais um post da série que te faz rodar o Brasil em um par de clicks. O Brasil em todo lugar, dizendo bem: nas próximas linhas nós voltaremos ao Acre, faremos arte em Teresina, anteciparemos a viagem a Roraima (onde a caravana começa os trabalhos amanhã), ouviremos música gaúcha na Alemanha, e ainda vai dar tempo de fazer uma viagem pra lá de especial no tempo. É, no tempo. Passado, presente e futuro, reconhece? Sério mesmo, lê aí:

 

  • Quais Rumos você quer tomar? Sim, impagável leitor, o trocadilho oficial do Rumos Itaú Cultural chega a Roraima, de onde o jornalista, professor e sociólogo Edgar Borges anuncia a chegada da caravana, em seu Crônicas da Fronteira.

 

  • De volta ao Acre. Mas esqueça Rio Branco. Estamos falando de Quinarí, de onde Gilberto rumou para a capital para participar das oficinas de Jornalismo Cultural ali ministradas. O resultado? Olha lá na barra lateral do blog. O blogueiro anuncia que em breve, pioneiramente, vai ter transmissão ao vivo na área, com direito a entrevistas, eventos e um programa semanal. “Tudo isso fruto da oficina do Itaú Cultural e da Fundação de Cultura e Comunicação Elias Mansour”.

 

 

  • Isso sim é ponte aérea. Direto da Alemanha, o gaúcho Augusto Paim anuncia a nova edição do programa em seu blog que, aliás, é especializado em quadrinhos, tchê. Com direito a canção dos pampas e alguma nostalgia, Augusto lembra que o blog nasceu de sua participação na primeira edição do Rumos Jornalismo Cultural, em 2005. 

 

  • Bonus Track. Cutucando os caminhos virtuais que me levariam aos rumores de Rumos na blogosfera d’além daqui, mergulhando no espírito memorialista do último parágrafo, marejei os olhos, incontido leitor, admito. Ao me deparar com isso. Isso, sim, isso mesmo — Babi Borguese, nossa coordenadora do núcleo Diálogos, entra e fica à vontade no blog do também jornalista e também ex-rumeiro (embora eu tenha pra mim que ex-rumeiro não existe, é tudo rumeiro e pronto, e tenho certeza que os dois aí concordariam. Mas voltemos à frase) Anderson Ribeiro, em texto comemorativo dos então três anos de atividades dos blogs nascidos no primeiro Rumos JC. Que por sinal ainda estão no ar, muito bem, obrigado.
Anúncios

2 thoughts on “Caiu na rede é Rumos

  1. Delícia de lembrança, Reuben!
    Pra constar nos anais da história rumeira, eu tinha razão: a safra 2007-2008 do Rumos Jornalismo Cultural (tal como a de vocês, da edição 2004-2005) não desapontou. Evelise, Fábio, Géssica e tantos outros trabalhando em redações, Tales dando aula… e os professores pioneiros na carteira aberta só pra eles em 2007 viajando o Brasil para apresentar o mapeamento do ensino do jornalismo cultural que fizeram! Em abril, o trio Marina, Margareth e Nísio mostra o trabalho no 12º Fórum Nacional de Professores de Jornalismo em Belo Horizonte. Estarei lá, abraçando toda a rumaria mineira! Beijos e queijos!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s