Meu nome é Cacilda

Há muito ainda que se ler nas linhas do mapa traçado pela caravana Rumos. Muita vida entranhada nessas siglas, sabe como é? AM. RR. CE. MA. SP. AP. RN. RO. PA. PB. PE. Muita água de rio. Muita vista pro mar. Muita vivência.

As histórias chegam aos poucos. Correria de viagem, pouco sono, uma conexão que cai aqui e ali. Tudo dá vontade de saber o que será que ainda vai acontecer que possa ser tão grande quanto o que já está acontecendo e aconteceu. Aí acontece.

Aqui, ou lá em Porto Velho. Lê só o que Fabio Malini escreveu. Lê o retrato que Eliane Brum enviou.

Meu nome é Cacilda

[Eliane Brum]

Qual é o sistema (da casa)?, pergunta Marcelo Monzani para a mulher grande, morena e maciça como tronco de árvore saudável que nos recebeu no restaurante Assado na Brasa, em Porto Velho, Rondônia, para o almoço de domingo.

Ela olha bem para nós e diz, sem sorrir: “O sistema é o seguinte. Meu nome é Cacilda”. 

Agora é assim. Se alguém me pergunta qualquer coisa, do aquecimento global às mechas (loiras) do meu cabelo, eu tasco: “O sistema é o seguinte. Meu nome é Eliane”. E era isso.

Cacilda depois abre um sorrizão mais largo que o rio Madeira, que não fecha nunca mais. Tem um bonezinho de couro roxo na cabeça e flores pintadas nas unhas das mãos. É um doce. Chama Claudiney Ferreira de “gatinho”. Acha meus três companheiros de viagem na caravana do Rumos, aliás, “muito lindos”. Esfrega seu braço volumoso no meu para pegar um pouco do que ela chama de minha sorte (e eu chamaria de outra coisa).

Ela acredita, há testemunhas para comprovar, que o chapéu de palha colorida do Claudiney dá um toque de distinção a ele. E quando Fabio Malini estranha o tratamento felino, ela troca “gatinho” por “boneco”.

Essa mulher generosa humanizou Porto Velho, uma cidade tão despida de tudo e também de árvores que parece meio irreal, a carne meio engolida pelo concreto. Misturada à comida – muita e variada, com destaque para o “feijãozido” (feijão com cozido) -, Cacilda nos alimentou com alguns quilos de calor humano, sem economizar calorias.

É feita daquela cepa dos brasileiros migrantes, que carregam o Brasil na sola dos pés que andam. Cacilda, porém, não quer mais andar. Ela é “filha de baianos, mas se criou no Acre”. E de lá veio para Rondônia, dez anos atrás, de onde pede ao céu de nuvens pesadas para nunca mais sair. “Tive uns probleminhas por lá”, explica, coçando a cabeça, o olhar vago por um instante. Pergunto sobre “os probleminhas”, ela finge que não ouviu. E vai atender outros “gatinhos”.

Ainda volta para dizer que é feliz. “Faça o que você ama que nunca se cansará”, recita. Cacilda descobriu sua vocação. Ela ama ser garçonete numa pequena churrascaria de esquina dessa cidade desmatada de um tudo. Não por acaso, é o único restaurante com árvores na frente.

Anúncios

6 thoughts on “Meu nome é Cacilda

  1. Eliane, seu texto é incrivelmente cinematográfico. Cheio de sequências e planos detalhes. Deu pra imaginar que incrível personagem a Cacilda deve ser… agora, o que não consegui ainda vislumbrar foi o Claudiney de chapéu de palha colorida e o “gatinho do Marclo Monzani”… mas, deixa pra lá.
    abs a todos
    Rob Cruz

  2. Pois é, Rob, também não consigo imaginar o chapeuzinho pousado naquele cabeção. Marcelo, cadê a foto? Fábio, cadê o vídeo? Eliane compareceu com seu belo texto. Vocês dois não vão retratar o personagem, não?!?!

  3. Sou estudante de jornalismo. Achei muito interessante este projeto Rumos. E principalmente o fato da repórter que tanto admiro estar proferindo “palestras”. Gostaria de saber se Eliane Brum também fará alguma palestra aqui no estado de São Paulo. Pois, infelizmente não tive ainda a oportunidade de conhece-la ao vivo.

  4. Olá, Tancy
    O Claudiney Ferreira me informa que eu e Fabio Malini daremos oficinas em São Paulo no mês de dezembro. Bacana, né? Obrigada pelo carinho.
    Eliane

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s